Renovação é sobrevivência



Olá caros leitores.

Este primeiro tema que vamos abordar está totalmente contextualizado com nossa atual realidade. Nosso canal conversa diretamente com profissionais do esporte, você que atua no fomento de projetos esportivos e que certamente é apaixonado por seu trabalho.


Desenvolver projetos esportivos, apesar de todos os avanços e conquistas de nossa área, ao meu ver, ainda não conquistou seu devido espaço na sociedade. E isso se deve muito à forma que nós mesmo lidamos com o esporte ou encaramos nossos projetos. Como autocrítica, e analisando o cenário geral da influência das ações vinculadas ao esporte, em todos os âmbitos, seja relacionada a atuações nas áreas da saúde, educação, desporto, alto rendimento em todas as modalidades, entretenimento e até mesmo marketing, o profissional do esporte ainda não ocupa o lugar de destaque e principalmente de representatividade nas tomadas de decisão de nossa sociedade em geral ou estratégias de política públicas para realmente influenciar nossa comunidade de maneira positiva como temos feito a margem do reconhecimento.


Esse momento de pandemia nos mostra claramente isso. Quanto o esporte poderia colaborar para a diminuição dos impactos dessa pandemia e como na realidade nossas ações foram encaradas pela sociedade e autoridades de maneira geral desde o princípio dessa crise? Essa reflexão por si só basta para entendermos que se faz necessário ocupar nosso espaço natural de atuação. Não que outros profissionais estejam tomando nosso espaço. Entendo que estamos deixando vago esse espaço e que as decisões tem de ser tomadas. É preciso que estejamos preparados para atuar de forma completa em todas essas frentes.


Exponho aqui como exemplo, a própria reformulação que fizemos dentro da Interativa Esporte depois do impacto brutal sofrido pela pandemia. Muitas empresas como a nossa tiveram visão e força para buscar novos rumos e vão lutar para sobreviver frente a crise, outras infelizmente não voltarão a reabrir suas portas. Que sorte a nossa estar vivendo essa crise para se fortalecer já que poucos de nós tiveram a habilidade de antever uma situação tão caótica para evoluir.


Proponho uma reflexão a você profissional do esporte, uma provocação para uma boa parcela de nossa classe que está sofrendo com o impacto da pandemia.


– Se essa crise durar mais 6 meses, como estará nosso trabalho (empresa / projeto)?


Nosso papel aqui, mais que nunca, é de trazer o debate, a reflexão e as possibilidades que temos para evoluir como profissionais e como categoria também, para enfim ocuparmos o espaço que nos é de direito e que nós mesmos temos tido dificuldade de enxergar.


Fabricio Vieira

CEO da Interativa Esporte, é Educador Físico, Pós Graduado em Administração e Marketing Esportivo e Especialista em treinamento Esportivo. Atua no mercado desde 1995 em diversos projetos esportivos de Treinamento, Gestão, Terceiro Setor, Eventos e Marketing.


20 visualizações